A-Z índice do site

Capacetes azuis: há 73 anos a trabalhar pela manutenção da Paz

Apesar de não ser expressamente mencionado na Cartas das Nações Unidas, a manutenção da paz tornou-se parte integrante da missão da ONU para “salvar as gerações vindouras do flagelo da guerra”. As Forças de Paz das Nações Unidas, popularmente conhecidas como “capacetes azuis”, foram criadas em novembro de 1956, embora a primeira missão de paz tenha começado em 1948 no Médio Oriente.

Estas Forças operam em algumas das regiões do mundo que vivem uma situação de conflito e têm como missão acompanhar as disputas entre países e comunidades, evitando confrontos, ao mesmo tempo que conduzem negociações que possam pôr fim às disputas.

O Departamento de Operações de Manutenção de Paz (DOMP) dirige estas operações e cria as condições adequadas para uma paz duradoura nos países afetados por conflitos. Atualmente, as operações de paz são “multidimensionais” uma vez que são constituídas por contingentes militares, agentes de autoridade e civis que trabalham com o objetivo final de proporcionar segurança e apoiar a consolidação de uma paz política.

Desde a sua criação, mais de 128 países têm vindo a contribuir com pessoal para as 69 operações de manutenção da paz mandatadas pela ONU – das quais 14 ainda estão ativas desde 2 de Dezembro de 2014.

Estas missões contam com mais de 122.969 pessoas e têm um orçamento combinado de 7 mil milhões de dólares.

O trabalho destas missões vai desde o controlo de fronteiras, ao fornecimento de segurança e patrulhamento, à realização de operações contra terrorismo, ao fornecimento de apoio civil e político e à protecção de civis.

As operações ativas:

África

Missão das Nações Unidas no Sul do Sudão (UNMISS).

Força de Segurança Interina das Nações Unidas para Abyei (UNISFA).

Missão de Estabilização da Organização das Nações Unidas na República Democrática do Congo (MONUSCO).

Missão das Nações Unidas-União Africana no Darfur (UNAMID).

Missão das Nações Unidas para o Referendo no Sahara Ocidental (MINURSO).

Missão Multidimensional de Estabilização Integrada das Nações Unidas no Mali (MINUSMA).

Missão Multidimensional de Estabilização Integrada das Nações Unidas na República Centro-Africana (MINUSCA).

América

Missão das Nações Unidas de Apoio à Justiça no Haiti (MINUJUSTH).

Ásia e Zona do Pacífico

Grupo de Observadores Militares das Nações Unidas para a Índia e Paquistão (UNMOGIP).

Europa

Força de Manutenção da Paz das Nações Unidas no Chipre (UNFICYP).

Missão de Administração Interina das Nações Unidas para o Kosovo (UNMIK).

Médio Oriente

Força das Nações Unidas de Observação da Separação (UNDOF).

Força Interina das Nações Unidas no Líbano (UNIFIL).

Organização das Nações Unidas de Supervisão da Trégua (UNTSO).

O balanço do DOMP inclui um total de 71 operações em todo o mundo.

Em 1988 a ONU recebeu o Prémio Nobel da Paz pelo seu trabalho na manutenção e consolidação da paz no mundo.

 

 


ACNUR: Valor recorde – mais de 80 milhões de refugiados em 2020

De acordo com a última edição do relatório anual da ACNUR (Alto Comissariado das Nações Unidas para Refugiados), “Tendências Globais”, divulgado hoje em Genebra,...

14ª sessão da Conferência dos Estados Partes na Convenção sobre os Direitos das Pessoas com Deficiência

A 14ª sessão da Conferência dos Estados Partes da Convenção sobre os Direitos das Pessoas com Deficiência decorre entre 15 a 17 de Junho. A...

Guterres reconhece efeito arrasador da pandemia em nações de renda média 

A Assembleia Geral da ONU realizou esta quinta-feira uma reunião de alto nível sobre países de rendimento médio. São mais de 100 Estados-membros abrigando cerca de...