A-Z índice do site

Kofi Annan (Gana)

Kofi A. Annan assumiu funções como sétimo secretário-geral das Nações Unidas no dia 1 de janeiro de 1997, cumprindo dois mandatos até 2007. Natural do Gana, foi o primeiro secretário-geral a ser eleito entre os funcionários da ONU.

Em 1962, iniciou a sua carreira nas Nações Unidas, trabalhando primeiramente na Organização Mundial da Saúde em Genebra, onde mais tarde desempenhou funções no Gabinete do Alto-Comissário das Nações Unidas para os Refugiados (ACNUR). Na sede da organização em Nova Iorque, ocupou altos cargos em diversas áreas, nomeadamente na gestão de recursos humanos (1987-1990), no orçamento e finanças (1990-1992) e na manutenção de paz (de março de 1992 a dezembro de 1996).

Secretary-General Kofi Annan in Stockholm, Sweden
Kofi Annan em Estocolmo, Suécia. Foto: ONU/Sergey Bermeniev

Enquanto secretário-geral, entre inúmeras negociações relevantes em que participou encontram-se, por exemplo, em 1998, o esforço em influenciar o Iraque a cumprir com as resoluções do Conselho de Segurança – um esforço que ajudou a evitar a eclosão de hostilidades iminentes naquela época; e o envolvimento no processo pelo qual Timor-Leste tornou-se um país independente.

Mestre em gestão e diplomacia, foi também um defensor constante dos direitos humanos, do estado de direito e dos Objetivos de Desenvolvimento do Milénio, procurando fortalecer as parcerias da ONU com a sociedade civil, o setor privado e outros parceiros. A sua iniciativa denominada “Global Compact”, lançada em 1999, marcou a promoção da responsabilidade social corporativa a nível mundial.

Em 2001, juntamente com a Organização das Nações Unidas, foi distinguido com o Prémio Nobel da Paz pela criação do Fundo Global de Luta contra a Sida, Tuberculose e Malária, fruto do seu papel de liderança na mobilização da comunidade internacional na luta contra essas doenças nos países em desenvolvimento.

Kofi Annan faleceu a 28 de agosto de 2018, aos 80 anos.


Pandemia empurrou até 132 milhões de pessoas para a fome crônica

A pandemia de Covid-19 prejudicou vários esforços para o alcance da Agenda 2030 dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável.  Em um novo relatório, a Organização das Nações Unidas...

Assembleia Geral da ONU: presidente da República defende diálogo global

O presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, discursou na cerimónia de abertura da 76.ª sessão Assembleia Geral das Nações Unidas (AGNU) tendo-se centrado...

“Sistema de saúde do Afeganistão está à beira do colapso”, declara chefe da OMS

O subsecretário-geral da ONU para Assuntos Humanitários, Martin Griffiths, está liberando US$ 45 milhões para o setor de saúde do Afeganistão. O anúncio foi...