A-Z índice do site

Líder da 76ª Assembleia Geral lista prioridades da “Presidência da Esperança” 

Em entrevista antes de assumir a presidência da 76ª sessão da Assembleia Geral, neste 14 de setembro, o maldivo Abdulla Shahid assinala que a esperança é hoje “absolutamente necessária” para bilhões de pessoas no mundo.  

Em momento de ação contra a pandemia, a devastação e os conflitos, o novo líder acrescenta que “o órgão mais representativo nas Nações Unidas está em uma posição ideal para dar forma a essa esperança”. 

Caminho  

Segundo ele, o combate à Covid-19 é uma questão que está no topo no mandato que inicia esta terça-feira e termina em setembro de 2022.  

Abdulla Shahid durante discurso, após ser eleito presidente da 76ª sessão da Assembleia Geral

ONU/Loey Felipe

Abdulla Shahid durante discurso, após ser eleito presidente da 76ª sessão da Assembleia Geral

O presidente-eleito apontou como sua grande prioridade convocar um evento sobre a vacina, no início do próximo. A reunião deve juntar os países para fazer um balanço e traçar o caminho a seguir. 

Abdulla Shahid explicou que o evento não será para apontar dedos, mas para comunicar os dizeres da Carta da ONU contidos na mensagem “Nós, os povos”. Ele reiterou que as Nações Unidas assumiram o compromisso político em uma plataforma comum de que “na luta contra a pandemia, o povo vencerá”, e isso será feito no novo mandato por ele acreditar que seja possível.  

As prioridades do ano incluem liderar pelo exemplo para levar a organização a um “padrão-ouro” em questões como a igualdade de gênero. Ele disse que fará valer na própria equipe de trabalho a experiência anterior na frente do Ministério das Relações Exteriores nas Maldivas em favor do equilíbrio entre homens e mulheres.  

Presidência 

O chanceler do país lembrou que muitos cargos altos da instituição são agora ocupados por mulheres e disse ter assumido o compromisso de que ‘não participará de nenhum painel sem equilíbrio’, em termos de participantes de ambos os sexos. 

Shahid realça que dará primazia a questões como mudança climática

OMM/Ahmed Shuau

Shahid realça que dará primazia a questões como mudança climática

Outra aposta serão sessões regulares realizadas com mulheres representantes permanentes em Nova Iorque, para colher seus pontos de vista e “garantir que a questão de gênero continue sendo uma das prioridades durante a presidência.” 

Ao longo da entrevista, Shahid reiterou a importância da cooperação e da ideia de que os desafios globais exigem uma ação global unificada. 

Ele ressaltou que a Assembleia Geral é o único órgão que tem os 193 países representados e que, ao se expressar em unanimidade quando se decide sobre um determinado assunto, é a consciência internacional que se faz ouvir. 

Shahid realçou ainda que dará primazia a questões como mudança climática e o acesso equitativo às vacinas, temas sobre os quais reitera que “nunca perderá a esperança de que a humanidade estará à altura de enfrentar”. 

Poderes de coerção 

Mesmo sem possuir poderes de coerção para os Estados, Shahid disse que a Assembleia Geral “estabelece normas, mostra o caminho a seguir e traça os limites, quanto ao que é aceitável e ao que não é”.  

O chanceler das Maldivas lembrou que muitos cargos altos da instituição são agora ocupados por mulheres

ONU/Rick Bajornas

O chanceler das Maldivas lembrou que muitos cargos altos da instituição são agora ocupados por mulheres

Ele declarou que deste modo, acredita que o órgão mais importante das Nações Unidas e do mundo é a Assembleia Geral das Nações Unidas pela “autoridade moral para definir padrões.” 

Abdulla Shahid contou que concorrer para liderar o órgão foi a melhor decisão que tomou, por essa ser “a única oportunidade para fazer a diferença e “em que um país pequeno como as Maldivas pode fazer a diferença.” 

Para o povo maldivo disse tratar-se de uma grande honra e privilégio ter um cidadão na frente da Assembleia Geral, e que a expetativa é que o legado da “Presidência da Esperança” permaneça por um longo tempo. 


Semana Mundial para #Act4SDGs

A Semana Mundial para #Act4SDGs tem como objetivo conduzir uma ação coletiva em prol dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS) através do registo de ações...

OMS pede adoção de 5 Metas no Dia Mundial da Segurança do Paciente

O Dia Mundial da Segurança do Paciente é marcado nesta sexta-feira, 17 de setembro, com a Organização Mundial da Saúde fazendo um apelo à garantia...

Momento crucial para ação climática: está acabando o tempo para evitar um aquecimento catastrófico

Um relatório inédito publicado esta quinta-feira por várias agências das Nações Unidas mostra que as concentrações de gases na atmosfera atingiram níveis recorde e...