A-Z índice do site

Dia Internacional da Comemoração em Memória das Vítimas do Holocausto

Neste dia, reunimo-nos para lembrar um dos crimes mais hediondos do nosso tempo: o assassinato sistemático de seis milhões de homens, mulheres e crianças judias e milhões de outros pelos nazis e os seus cúmplices no Holocausto.

Prometemos que nunca esqueceremos. Prometemos contar as suas histórias e honrá-las, defendendo o direito de todos de viver com dignidade num mundo justo e pacífico.

Há 75 anos, a libertação dos campos de extermínio acabou com a carnificina, mas horrorizou o mundo, quando se percebeu a dimensão dos crimes nazis.

A partir destes horrores surgiram as Nações Unidas que foram criadas para unir os países em prol da paz e pela nossa humanidade comum e impedir qualquer repetição de tais crimes contra a humanidade.

O ressurgimento do ódio nos últimos anos, do extremismo violento aos ataques a locais de culto, mostra que o antissemitismo, outras formas de fanatismo religioso, racismo e preconceito ainda estão muito presentes.

75 anos depois, os neonazis e os que defendem a supremacia da raça branca ressurgem e há esforços contínuos para desvalorizar o Holocausto e negar ou subestimar a responsabilidade dos responsáveis. No entanto, assim como o ódio persiste, a nossa determinação deve combatê-lo.

Hoje e todos os dias, comemoramos as vítimas do Holocausto, buscando a verdade, a lembrança e a educação, e construindo a paz e a justiça em todo o mundo.


Satélites ajudam com atualização sobre concentrações perigosas de aerossóis 

Um novo Boletim de Aerossóis sobre Queima de Biomassa, da Organização Meteorológica Mundial, OMM, recolhe dados sobre incêndios via satélite.  A informação apoia áreas como proteção civil...

Banco Mundial: trabalho informal em massa pode retardar recuperação pós-Covid

A recuperação da Covid-19 pode ser ameaçada pela expansão do trabalho informal. Isto é o que diz o estudo “A Grande Sombra da Informalidade:...

Relatório intercalar do Departamento de Assuntos Económicos e Sociais com foco na pandemia

As repercussões sociais e económicas da pandemia irão sentir-se nos próximos anos a não ser que haja investimentos inteligentes em resiliência económica, social e...