A-Z índice do site

Dia Internacional das Forças de Manutenção da Paz

29 de maio de 2019

Hoje homenageamos mais de um milhão de homens e mulheres que serviram nas forças de paz das Nações Unidas desde a nossa primeira missão em 1948.

Lembramos os mais de 3.800 funcionários que pagaram com suas vidas o preço mais alto.
Expressamos ainda a nossa mais profunda gratidão aos 100.000 civis, forças policiais e militares de manutenção da paz destacados atualmente em todo o mundo, bem como aos países que contribuem com mulheres e homens corajosos e dedicados.

Este ano, as Nações Unidas assinalam 20 anos desde que o Conselho de Segurança aprovou o primeiro mandato de uma missão de manutenção da paz para proteger civis.
As forças de paz protegem homens, mulheres e crianças da violência, todos os dias, muitas vezes com grande risco pessoal.

Nesse mesmo espírito, neste Dia Internacional, será atribuída pela primeira vez a Medalha de Coragem Excepcional Capitão Mbaye Diagne.
Prestamos homenagem ao soldado Chancy CHITETE, um malauiano que serviu na República Democrática do Congo e morreu quando tentava salvar a vida de um também soldado da paz.

A manutenção da paz da ONU é um investimento vital na paz e segurança mundiais. Mas isso exige um forte compromisso internacional.

É por isso que lançamos a iniciativa “Ação pela Manutenção da Paz”, para tornar as nossas missões mais fortes, seguras e adequadas para o futuro.

Para milhões de pessoas em situações afetadas por conflitos em todo o mundo, a manutenção da paz é uma necessidade e uma esperança. Vamos trabalhar juntos para tornar a manutenção da paz mais eficaz na proteção das pessoas e no avanço da paz.


Dia Internacional destaca voluntariado para construção de futuro mais próspero

Neste 5 de dezembro, as Nações Unidas celebram o Dia Internacional do Voluntário. Todos os anos, o Programa de Voluntários da ONU aproveita a...

México presenteia Nações Unidas com estátua “guardiã da paz e da segurança”

Um jaguar para guardar a paz e a segurança internacionais foi colocado na entrada principal da ONU em Nova Iorque, no mês passado, para...

Violência sexual é usada para “aterrorizar, degradar e humilhar” na Etiópia

A violência sexual generalizada e de gênero no conflito no nordeste da Etiópia teriam “sido usadas ​​como parte de uma estratégia deliberada para aterrorizar,...