Novo movimento global busca impulsionar ações para proteção dos oceanos

A Organização das Nações Unidas para Educação, Ciência e Cultura, Unesco, está lançando a campanha “Geração Oceano”, um movimento global para ampliar as ações de conscientização sobre preservação dos oceanos.

A meta é conectar pessoas de todo o mundo em prol de medidas de restauração, tendo como base fatos científicos. As iniciativas são compartilhadas em um site especial criado para o projeto “GenOcean” e também nas redes sociais: Twitter, Instagram, TikTok, Facebook, LinkedIn e Trello.

A campanha “Geração Oceano” faz parte da Década da ONU dos Oceanos para o Desenvolvimento Sustentável

Ocean Image Bank/Umeed Mistry

A campanha “Geração Oceano” faz parte da Década da ONU dos Oceanos para o Desenvolvimento Sustentável

Impactos futuros

O especialista em Comunicação da Unesco explicou à ONU News, de Paris, que esta década é crítica para a saúde dos oceanos. Segundo Vinícius Lindoso, tudo o que for feito até 2030 terá um impacto pelos próximos 100 anos.

“Vou me empoderar para participar desta meta de criar o oceano que queremos até 2030. É uma campanha que dá um menu, um leque de opções, de ações, muito práticas do dia-a-dia para conectar o nosso cotidiano à ciência, a essa grande missão globa de proteger o oceano e de fazer com que seus recursos sejam sustentavelmente manejados.”

Segundo dados da ONU, 80% da poluição dos oceanos saem da superfície terrestre.

Saeed Rashid

Segundo dados da ONU, 80% da poluição dos oceanos saem da superfície terrestre.

Documentários e podcasts

O funcionário da Unesco explica que já é possível se inscrever no site para receber as novidades, mas em abril, o site será interativo e qualquer cidadão poderá relatar sua própria história de engajamento em prol dos oceanos.

Vinícius Lindoso menciona algumas ideias de ações que podem ter um impacto positivo para esta causa e destaca que não é preciso de muito para começar a agir.

“É muito fácil começar: assistindo a um documentário, durante o trânsito para o trabalho ouvindo um podcast. Muita gente conhece o problema do plástico no oceano, mas o problema do plástico no oceano é somente um de inúmeros problemas que afetam hoje o ecossistema marinho. A gente tem a acidificação do oceano, temos a falta de oxigênio no oceano, então uma forma de começar a se interessar, a atuar, é ter as boas informações e saber diferenciar fake news de informações baseadas na ciência.”

A campanha “Geração Oceano” faz parte da Década da ONU dos Oceanos para o Desenvolvimento Sustentável. Ainda no primeiro semestre deste ano, as Nações Unidas, Portugal e Quênia organizam a 2ª Conferência dos Oceanos, que ocorrerá entre os dias 27 de junho e 1 de julho, em Lisboa.


Direito Internacional e Justiça

Entre as maiores conquistas das Nações Unidas está o desenvolvimento de um corpo de leis internacionais, convenções e tratados que promovem o desenvolvimento económico...