A-Z índice do site

“O futuro que queremos, as Nações Unidas de que precisamos”: ONU celebra 75º aniversário

Há 75 anos, firmava-se a Carta das Nações Unidas. O documento fundamental da ONU marcaria o percurso global da História da Humanidade, comprometendo governos mundiais em torno da promoção da paz, do multilateralismo e dos direitos humanos, visando a cooperação e o desenvolvimento sustentável.

 

Em 2020, a ONU celebra o seu 75º aniversário num momento complexo, agravado por uma crise de saúde global com profundas consequências sociais e económicas. Nas palavras de António Guterres, secretário-geral da ONU, os desígnios das Nações Unidas mantêm-se “tão verdadeiros como então”, no contexto histórico que levou à sua constituição. A solidariedade, a ajuda humanitária, a paz entre as nações, os direitos humanos, a ação climática, o direito internacional e a Agenda 2030 afirmam-se, hoje, enquanto prioridades globais. O secretário-geral da ONU apelou ao cessar-fogo global neste contexto em que devemos focar-nos na “verdadeira batalha das nossas vidas”.

No evento comemorativo oficial, a Assembleia Geral da ONU aprovou uma nova declaração sobre cooperação internacional, no sentido de “reafirmar o compromisso coletivo com o multilateralismo” – um dos principais motes do seu 75º aniversário. No documento resultante da discussão, ficou expresso o consenso em torno de que “nenhuma outra organização global dá esperança a tantas pessoas”.

 

Este ano, mais de um milhão de pessoas participou numa ação de diálogo mundial promovida pela ONU, assente num inquérito sobre o futuro da organização e os seus principais desafios. Sairemos mais fortes e preparados para trabalharmos juntos? Para que assim seja, é fundamental promover o diálogo global sobre como construir um futuro melhor para todos.

O futuro que queremos, as Nações Unidas de que precisamos.


últimos artigos