ONU investiga ataque com mais de 60 mortos em festa de casamento em Cabul

As Nações Unidas condenaram com veemência o ataque terrorista que matou pelo menos 63 pessoas e provocou mais de 180 feridos, durante uma cerimônia de casamento realizada neste sábado em Cabul, no Afeganistão.

O secretário-geral da organização, António Guterres, expressa “as mais profundas condolências” às famílias das vítimas, ao governo e ao povo do Afeganistão em nota em que deseja uma rápida recuperação aos feridos.

“Terror”

De acordo com a Missão da ONU no Afeganistão, Unama, uma equipe de direitos humanos investiga o incidente e trabalha para estabelecer os fatos ocorridos na cerimônia de casamento xiita onde estavam mais de mil pessoas.

Para o representante especial do secretário-geral no Afeganistão, Tadamichi Yamamoto, “um ataque deliberado contra civis é um ultraje e profundamente perturbador, pois só pode ser descrito como um ato covarde de terror”.

Unama/Fardin Waezi

Missão de Assistência da ONU no Afeganistão, Unama.

Após condenar o ato, o enviado ressalta que esse tipo de ataques deliberados contra civis sinaliza “uma intenção deliberada de espalhar o medo entre a população, que já sofreu demais”.

O salão de festas fica numa área da cidade que é densamente povoada pela minoria muçulmana xiita do Afeganistão, destaca a Unama. A missão documentou vários ataques anteriores realizados de forma deliberada contra essa comunidade.

De acordo com agências de notícias, vários enterros aconteceram este domingo na capital afegã, após o ato que teve lugar às cerca das 22:40, hora local. O grupo terrorista Estado Islâmico do Iraque e do Levante, Isil, teria assumido a autoria do ataque.

Justiça 

Yamamoto destaca que o “ritmo desses ataques atrozes indica que as medidas atuais para proteger devem ser fortalecidas”, e que os organizadores e executores desse ato devem ser levados à justiça e responsabilizados.

O também chefe da Unama, destacou que as Nações Unidas estão solidárias com todos os afegãos e continuam comprometidas com um processo de paz liderado pelo Afeganistão “que acabará com a guerra e trará uma paz duradoura”.


Direito Internacional e Justiça

Entre as maiores conquistas das Nações Unidas está o desenvolvimento de um corpo de leis internacionais, convenções e tratados que promovem o desenvolvimento económico...