A-Z índice do site

OMS: risco de novo surto de covid-19 na Europa é uma realidade

Na semana passada, a Europa assistiu a um aumento semanal de casos de covid-19 pela primeira vez em meses, anunciou o diretor regional europeu da Organização Mundial da Saúde (OMS), durante uma conferência de imprensa, na qual enfatizou ainda o importante papel das soluções digitais.

Enquanto a Europa, em casos globais, está a reportar uma proporção menor do que no início do ano, a região continua a registar perto de 20 mil novos casos e mais de 700 novas mortes diariamente.

Até agora, mais de 2,5 milhões de casos de infeções por covid-19 foram relatados na Europa. A nível mundial, com mais de 9 milhões de casos confirmados e mais de 400 mil mortes relatadas à OMS, a pandemia continua a acelerar, com um número recorde de novos casos de coronavírus no domingo, com 183.020 confirmados em 24 horas. “Há semanas que falo sobre o risco de ressurgimento à medida que os países ajustam as medidas. Em vários países da Europa, esse risco agora tornou-se realidade”, alertou Kluge.

Sistemas de saúde podem ser levados ao limite

O diretor regional da ONU para Europa explicou que “30 países tiveram um aumento de novos casos cumulativos nas últimas duas semanas. Em 11 desses países, a transmissão acelerada levou a um ressurgimento muito significativo que, se não for controlado, levará os sistemas de saúde à beira da rutura na Europa”.

O responsável destacou ainda o facto de países como a Polónia, Alemanha, Espanha e Israel terem respondido rapidamente a surtos que surgiram em escolas, minas de carvão e na indústria alimentar nas últimas semanas.

Neste contexto, Kluge considera que “precisamos ser mais inteligentes ao usar as evidências e as informações que temos de nossos sistemas de vigilância da covid-19 para melhorar a única maneira de minimizar a transmissão: detetar, isolar, testar e cuidar de todos os casos.

Dados pessoais e vida privada

A OMS considera que “a tecnologia digital pode desempenhar um papel de liderança, inclusive para rastrear os contactos”.

Vários países europeus lançaram soluções nacionais para rastrear contatos na Europa. “As tecnologias digitais provaram ser ferramentas poderosas para combater a covid-19. No entanto, essas mesmas tecnologias expuseram-nos a um tsunami de informações e levantaram muitos problemas em torno da proteção e privacidade de dados”, afirmou Kluge, por isso, o responsável considera que “a integração da saúde digital deve ser feita com cuidado, em parceria com o público e os pacientes.”

*Artigo redigido por ONU França e Mónaco

ONU News

Assembleia Geral adota resolução para proteger instituições educativas de...

A Assembleia Geral das Nações Unidas aprovou uma resolução para proteger instituições educativas em...

ONU pede união para evitar “desastre e sofrimento inimagináveis”...

Financiamento para o Desenvolvimenta duranre e depois da Covid-19 foi o tema de um Encontro virtual de Alto Nível co-organizado por Canadá e Jamaica,...

Relatores da ONU pedem proteção migrantes durante pandemia

Os direitos dos trabalhadores migrantes e de suas famílias devem ser protegidos durante e...

Unesco no Brasil apoia criação de diretório “Ciência Aberta...

A Organização das Nações Unidas para Educação, Ciência e Cultura, Unesco, apoiou a criação...

Dia da África: ONU aplaude “liderança louvável” no combate...

Este 25 de maio é o Dia da África. A data marca 57 anos...